Projetos de pesquisa finalizados

Acesso a área restrita.

Entre para cadastrar ou atualizar seus projetos de pesquisa ou submeter novas solicitações de apoio a projetos.
Obter nova senha - Receber nome de usuário por e-mail - Criar uma conta

Projeto de pesquisa


  • Caraterização da dieta alimentar do caranguejo grapsídeo Pachygrapsus transversus (Gibbes, 1850) (Decapoda, Brachyura, Grapsidae), no litoral norte do Estado de São Paulo

     
  • Coordenador do projeto: Valter José Cobo  
  • Autor ou executor principal do projeto: Henrique Junio Pereira Lopes  
  • Número do projeto: 977  
  • Categoria: Iniciação científica 
  • Data de início das atividades no CEBIMar: 04/01/2018  
  • Data de término das atividades no CEBIMar: 23/02/2018  
  • Resumo:  
    A alimentação é um dos fatores essenciais para a manutenção da vida de todos os organismos, determinando o desenvolvimento e a distribuição de uma população pela disponibilidade de alimento, assim como a transferência de energia entre os níveis tróficos. Os objetivos são identificar os itens alimentares explorados pelo caranguejo Pachygrapsus transversus, caracterizando o hábito alimentar em diferentes categorias demográficas e sua variação ao longo de um ano. Foram realizadas 12 coletas mensais na praia Grande, Ubatuba (23º23’00”S-45º03’30”W), de maio de 2016 a abril de 2017, com esforço amostral de 2hrs/mês, realizadas por dois coletores. Serão tomadas a medida da maior largura da carapaça, sendo identificadas e separadas quatro categorias demográficas: macho jovem, macho adulto, fêmea jovem e fêmea adulta. Indivíduos de cada categoria demográfica serão selecionados aleatoriamente e dissecados. Os estômagos serão retirados, medidos e pesados para a obtenção do Fator de Condição. A quantidade de alimento no estômago será mensurada de acordo com cinco categorias: 1ª – estômago vazio; 2ª – estômago de 1% a 25% preenchido; 3ª – estômago de 26% a 50% preenchido; 4ª – estômago de 51% a 75% preenchido; 5ª – estômago de 76% a 100% preenchido; para a mensuração do Índice de Repleção. Além disso, os itens alimentares serão devidamente identificados, conforme a literatura, e será calculada a frequência dos itens alimentares conforme o Método de Frequência de Ocorrência. 
     
  • Metodologia:
    Os animais serão separados em quatro categorias demográficas, sendo: macho adulto, macho jovem, fêmea adulta e fêmea jovem. A largura da carapaça será medida com ajuda de um paquímetro (0,01mm). Os indivíduos serão dissecados e seus estômagos, retirados e preservados em frascos com álcool 70%. Os estômagos serão medidos e pesados para a realização do Fator de Condição, expresso pela fórmula:
    K = Pt / Ctª
    Sendo que: K = fator de condição; Pt = peso total em gramas; Ct = comprimento total em centímetros; ª = valor do coeficiente angular obtido entre a relação peso-comprimento.
     
    Será feito o Índice de Repleção, que consiste na análise da quantidade de alimento no estômago, expresso em porcentagem. Sendo calculado pela fórmula:
    IR = (Pce/Pt) x 100
    Sendo que: Pce = peso do conteúdo estomacal em gramas; Pt = peso total em gramas.
    E será usado o Método de Frequência de Ocorrência (%FO) sugerido por Williams (1981), que consiste na análise, percentual, de um determinado item alimentar, analisando a preferencia alimentar da espécie. Calculado pela fórmula:
    %FO = (eα / E) x 100
     
    Sendo que: %FO = frequência de ocorrência do item amostrado; eα = quantidade de estômagos com o item α; E = número total de estômagos.
     
    Os dados serão testados por Shapiro-Wilk, correlação de Pearson ou Spearman e teste qui-quadrado (X²).  
     
  • Etapas e cronograma: As coletas foram feitas de maio de 2016 até abril de 2017. As análises, conforme a metodologia, serão feitas de dezembro de 2017 a abril de 2018. A redação e o relatório serão escritos entre fevereiro e junho de 2018. Após finalizado, o trabalho será apresentado em congresso.
     
  • Palavras-chave: conservação, população; hábito alimentar 
  • Condições ambientais: Nenhuma condição especial ;   
  • Área necessária no laboratório: Preciso de uma área pequena para análise de conteúdo estomacal, uma bancada com pia, estereomicroscópio óptico, microscópio, balança analítica, freezer para conservar material biológico. 
  • Equipamentos de laboratório: Estereomicroscópio óptico, microscópio, balança analítica e freezer. 
  • Outros serviços de laboratório: Nenhum serviço em especial, só a retirada de lixo biológico. 
  • Organismos a serem coletados: Os organismos já foram coletados. 
  • Locais para coleta: Coleta já foi realizada. 
  • Tipos de resíduos químicos e/ou infectantes a serem gerados durante o projeto: Nenhum 
  • Quantidade de cada tipo de resíduo: Nenhuma
  • Periodicidade aproximada da geração dos resíduo: Nenhuma
  • Instituição(ções) de origem do projeto:

    • Outra instituição  Universidade de Taubaté 
     
  • Participante(s) do projeto:

    • Nome: Henrique Junio Pereira Lopes  
    • Função no projeto: Bolsista 
    • Início das atividades no projeto: 04/01/2018  
    • Fim das atividades no projeto: 23/02/2018  
     
  • Recurso(s) destinado(s) ao projeto:

    Nenhum recurso incluído.  

    Produção(ões) bibliográfica(s) gerada(s) pelo projeto:

    Total de produções bibliográficas: 0


  • Data de cadastro do projeto: 27/11/2017  
  • Data da última modificação: 07/12/2017  

          

            Notícias

    

                  

Rodovia Manoel Hypólito do Rego, km. 131,5 - Pitangueiras - São Sebastião - SP - Brasil - CEP 11612-109 e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.             
Joomla 1.6 Templates designed by Joomla Hosting Reviews