Projetos de pesquisa finalizados

Acesso a área restrita.

Entre para cadastrar ou atualizar seus projetos de pesquisa ou submeter novas solicitações de apoio a projetos.
Obter nova senha - Receber nome de usuário por e-mail - Criar uma conta

Projeto de pesquisa


  • Sistemática e história evolutiva da ordem Scleractinia (Cnidaria, Anthozoa)

     
  • Coordenador do projeto: Alvaro Esteves Migotto  
  • Autor ou executor principal do projeto: Alvaro Esteves Migotto  
  • Número do projeto: 927  
  • Categoria: Projeto autônomo 
  • Data de início das atividades no CEBIMar: 01/02/2013  
  • Data de término das atividades no CEBIMar: 30/12/2016  
  • Resumo: Além do elevado interesse científico, os ecossistemas coralíneos de águas rasas (<50 m) e profundas (>150 m) vêm atraindo grande atenção pública especialmente devido ao destino incerto dos recifes de corais em face dos crescentes desafios de origem antrópica. Entretanto, apesar de sua importância ecológica e econômica, compreendemos notavelmente pouco sobre as origens evolutivas deste grupo, fato agravado pela homoplasia, plasticidade e escassez de caracteres macro-morfológicos utilizados na classificação de seus representantes. De forma geral, estudos filogenéticos baseados em sequências nucleotídicas sugerem que as classificações baseadas na morfologia não são naturais nos níveis de subordem e família. Entretanto, dados moleculares ainda não contribuíram substancialmente com a proposição de hipóteses sobre como e quando os corais escleractíneos surgiram. Dentre as explicações possíveis para este aparente problema, figura, principalmente, a pouca representatividade de corais azooxantelados em reconstruções filogenéticas da ordem. Neste contexto, e dentro do atual cenário de mudanças climáticas globais e seus impactos em relação ao futuro deste importante grupo animal, um melhor entendimento de suas relações filogenéticas se mostra relevante e necessário.
     
  • Metodologia: A presente proposta pode ser dividida em duas partes, as quais se complementam e visam a elucidação de questões ainda pouco compreendidas com relação a história evolutiva de um dos mais importantes grupos de invertebrados marinhos: os corais escleractíneos. A expansão do conhecimento acerca das relações filogenéticas deste grupo irá adicionar ao atual conhecimento, e culminará na proposição de hipóteses sobre o futuro dos recifes de corais em tempos de mudanças climáticas globais. Entretanto, o presente projeto enfrentará desafios intrínsecos a cada uma de suas etapas, os quais, juntamente com uma breve explicação dos principais meios e métodos para superá-los, estão listados (sublinhados) abaixo.
    Obtenção de dados e análises filogenéticas
    As sequências moleculares provenientes dos marcadores moleculares mitocondrial 16S rDNA (~400pb) e nuclear 28S rDNA (~800pb) de 120 espécies de corais escleractíneos zooxantelados (25 spp. – provenientes de banco de dados) e azooxantelados (95 spp.) já se encontram disponíveis (Tab. 1) para o presente projeto. Estas amostras/sequências foram obtidas durante meus estudos de doutoramento na James Cook University e Smithsonian Institution (Austrália e Estados Unidos respect
     
  • Etapas e cronograma: A presente proposta está prevista para execução em dois anos de atividades, sendo que o primeiro mês será destinado à instalação do projeto no Centro de Biologia Marinha da USP. Eventuais viagens para exame de coleções no Brasil e no exterior poderão ocorrer ao longo de todo o projeto, embora esforços sejam feitos para que se concentrem na segunda metade de sua execução.
    Os nove primeiros meses de desenvolvimento do presente projeto serão marcados por análises filogenéticas intensas. Uma vez que as sequências de ambos marcadores genéticos já se encontram disponíveis para o presente estudo, e entendendo que as análises filogenéticas desta etapa irão refletir no andamento de todas as outras partes do projeto, será dada ênfase especial a produção dos alinhamentos e diversificação das análises dos mesmos. Entretanto, espera-se que antes do final do primeiro ano, todas as análises necessárias para a produção de hipóteses evolutivas robustas já estejam finalizadas e, consequentemente, o manuscrito referente a estas análises já esteja submetido (P1 no cronograma). Paralelamente a redação do primeiro manuscrito do presente projeto, espera-se produzir a primeira estimativa de tempo de divergênc
     
  • Palavras-chave: Scleractinia, Evolução, Taxonômia, Sistemática, Filogênia 
  • Condições ambientais: Nenhuma condição especial ;  Água clara ;   
  • Área necessária no laboratório: Laboratório Molecular; laboratório de microscopia; laboratório de tanques e aquários; salas 3 e 9 do LPS 
  • Equipamentos de laboratório: Equipamentos para extração de DNA/RNA, amplificação de marcadores moleculares, purificação de produtos de termocicladores, vidraria para manutenção de organismos vivos, cilindros de mergulho, aquários 
  • Será necessário: Montagem de alguma estrutura (estantes, aquários etc) ;  Auxílio técnico para manutenção de estruturas ou material biológico na ausência dos participantes do projeto ;  Auxílio técnico para coleta de organismos ou observações de campo ;  Coleta antecipada de organismos ;  Utilização de embarcação do CEBIMar ;   

  • Outros serviços de laboratório: NA 
  • Organismos a serem coletados: Coral-sol e outros cnidários; plâncton 
  • Locais para coleta: Canal de São Sebastião, Ilhabela, Ilha de Búzios, Arquipélago de Alcatrazes etc. 
  • Tipos de resíduos químicos e/ou infectantes a serem gerados durante o projeto:  
  • Quantidade de cada tipo de resíduo:
  • Periodicidade aproximada da geração dos resíduo:
  • Instituição(ções) de origem do projeto:

    • USP. Centro de Biologia Marinha   
     
  • Participante(s) do projeto:

    • Nome: Bruna Louise Pereira Luz  
    • Função no projeto: Doutorando 
    • Início das atividades no projeto: 30/06/2015  
    • Fim das atividades no projeto: 30/12/2015  
    • Observações: Orientanda do prof. dr. Marcelo Kitahara pelo programa de pós-graduação em sistemas costeiros e oceânicos da UFPR
       
    • Nome: Marcelo Visentini Kitahara  
    • Função no projeto: Outra função 
    • Início das atividades no projeto: 01/02/2013  
    • Fim das atividades no projeto: 30/12/2015  
     
  • Recurso(s) destinado(s) ao projeto:

    • Situação: Concedido 
    • Agência de fomento: Fapesp 
    • Tipo de recurso: Auxílio á pesquisa 
    • Especificar o tipo de recurso: PROCESSO 2012/21583-1. Parte em reais: R$ 211.916,61; moeda estrangeira: US$ 40.514,38; provisão para importação: R$ 13.372,73 
    • Recursos em nome de: Alvaro Esteves Migotto 
    • Recursos destinados ao CEBIMar após o término do projeto: 1 Agitador de Tubos
      1 Bancada de fluxo laminar
      1 Centrifuga de Bancada
      1 Concentrador
      2 Cuba de Eletroforese
      1 Fonte de Eletroforese
      1 Microcomputador e componentes
      1 pHmetro
      1 Termociclador e acessórios
       
     

    Produção(ões) bibliográfica(s) gerada(s) pelo projeto:

    Total de produções bibliográficas: 0


  • Data de cadastro do projeto: 02/04/2012  
  • Data da última modificação: 02/10/2015  
Joomla 1.6 Templates designed by Joomla Hosting Reviews