Projetos de pesquisa finalizados

Acesso a área restrita.

Entre para cadastrar ou atualizar seus projetos de pesquisa ou submeter novas solicitações de apoio a projetos.
Obter nova senha - Receber nome de usuário por e-mail - Criar uma conta

Projeto de pesquisa


  • Função e evolução do receptáculo seminal em Decapodiformes (Mollusca: Cephalopoda): decifrando mecanismos pós-copulatórios de seleção sexual em cefalópodes

     
  • Coordenador do projeto: José Eduardo Amoroso Rodriguez Marian  
  • Autor ou executor principal do projeto: Luiza de Oliveira Saad  
  • Número do projeto: 908  
  • Categoria: Mestrado 
  • Data de início das atividades no CEBIMar: 08/12/2014  
  • Data de término das atividades no CEBIMar: 31/10/2016  
  • Resumo: Cefalópodes exibem aspectos reprodutivos peculiares, apresentando transferência de espermatozoides via espermatóforos e, em alguns casos, armazenamento desses gametas em receptáculos seminais. Entretanto, pouco se sabe sobre a morfologia, funcionamento e mecanismos de captação, armazenamento e liberação dos espermatozoides pelos receptáculos seminais, bem como sobre a homologia desses órgãos, uma vez que ocorrem em distintas linhagens de Decapodiformes. Dessa forma, este projeto tem como objetivo investigar a evolução dos receptáculos seminais em Decapodiformes e sua função na captação e armazenamento de espermatozoides, visando aumentar a compreensão quanto aos mecanismos pós-copulatórios de seleção sexual em cefalópodes. Para tanto, serão investigadas comparativamente a morfologia e histologia do receptáculo seminal de representantes de cada ordem de Decapodiformes que apresentam esses órgãos. Posteriormente, hipóteses de homologia serão testadas empregando-se reconstruções de estados ancestrais de caracteres, investigando-se a evolução dessa estrutura. Com base em uma espécie modelo (Doryteuthis plei), serão realizados estudos morfológicos detalhados envolvendo microscopia eletrônica de transmissão e microscopia confocal, a fim de caracterizar a região glandular do receptáculo seminal, bem como analisar a musculatura associada e identificar possíveis mecanismos de controle desse órgão. Como complemento, será analisada a histologia de receptáculos seminais de D. plei em três situações distintas (antes e após cópula recente e após desova recente). 
     
  • Metodologia: Função do receptáculo seminal de Doryteuthis plei.
    Serão realizadas coletas nos meses de verão e inverno de 2014 a 2015 ao largo das praias Pacuíba, Jabaquara e Fome (Ilha de São Sebastião), Litoral Norte do Estado de São Paulo. Espécimes de D. plei serão capturados com emprego de técnicas de pesca artesanal de lulas utilizando o "zangarelho". Após a captura, os espécimes serão acondicionados em uma bombona com capacidade para 200 L, contendo água do mar, e transportados aos laboratórios do CEBIMar (Centro de Biologia Marinha da USP).
    No CEBIMar, as lulas serão alojadas em tanques de 110×90×60 (comprimento × largura × altura) e capacidade de 500 L. Os animais serão anestesiados utilizando o anestésico volátil isoflurano (Frink et al., 1992; Rocca et al., 2003), cuja eficácia foi recentemente constatada para cefalópodes (Polese et al., 2012). Após constatação de ausência de movimentos e reações ao toque (aproximadamente 5 minutos), os espécimes serão dissecados para análise do receptáculo seminal, que serão fixados apropriadamente para diversas análises de microscopia (microscopia eletrônica, microscopia confocal e histologia funcional). 
    Histologia funcional: Para esta etapa, utilizaremos os tanques com água do mar circulante disponíveis no CEBIMar (ver item 2.1). Quinze fêmeas serão separadas em três grupos: 1- cinco fêmeas que não realizaram cópula recente; 2- cinco fêmeas que realizaram cópula recente; 3- cinco fêmeas que realizaram postura recente de ovos. As fêmeas do primeiro grupo serão isoladas em um tanque por 24 horas. Subsequentemente, serão anestesiadas e processadas para< 
  • Etapas e cronograma: Serão realizadas coletas nos meses de verão (Dez 2014; Jan 2015; Fev 2015) e inverno (Jun e Jul 2015) ao largo das praias Pacuíba, Jabaquara e Fome (Ilha de São Sebastião), Litoral Norte do Estado de São Paulo. Espécimes de D. plei serão capturados com emprego de técnicas de pesca artesanal de lulas utilizando o "zangarelho". Os espécimes serão capturados com zangarelhos e transportados ao CEBIMar/USP, onde serão alojados em tanques com água do mar circulante. Nos laboratórios do CEBIMar, serão realizadas as medidas, pesagens, nestesia dos animais utilizando isoflurano, além da fixação das amostras em paraformaldeído a 4% ou fixador de Karnovsky para análises de histologia e ultraestrutura, as quais serão realizadas no Departamento de Zoologia/IB nos meses subsequentes à coleta.
    Os experimentos in vitro serão realizados durante o período de estadia no CEBIMar, durante o qual serão feitos registros por meio de fotos e filmagens para análise posterior no Departamento de Zoologia/IB.
    O segundo semestre de 2015 até o término do projeto (Jul/16) será dedicado às análises estatísticas e descrição dos resultados, assim como à redação da dissertação.
     
  • Palavras-chave: morfologia, cephalopoda, seleção sexual 
  • Condições ambientais: Nenhuma condição especial ;   
  • Área necessária no laboratório: Bancada em laboratório para dissecção; 4 tanques com água do mar circulante para manutenção temporária dos espécimes vivos.  
  • Equipamentos de laboratório: Espaço em refrigerador para armazenar reagentes (fixadores e amostras fixadas); 02 estereomicroscópio para dissecção 
  • Será necessário: Auxílio técnico para coleta de organismos ou observações de campo ;  Utilização de embarcação do CEBIMar ;   

  • Outros serviços de laboratório: Não será utilizado nenhum serviço de laboratório além dos citados acima 
  • Organismos a serem coletados: Doryteuthis plei (lula comum).  
  • Locais para coleta: As coletas serão realizadas ao largo do litoral norte da Ilha de São Sebastião (23º44’00” S e 45º17’50” W), município de Ilhabela, São Paulo 
  • Tipos de resíduos químicos e/ou infectantes a serem gerados durante o projeto: Álcool comercial;Karnovsk; Paraformoldeído; isoflurano; Cloreto de magnésio (reagente + solução a 7,5%); Álcool P.A.; formoldeído P.A.  
  • Quantidade de cada tipo de resíduo: - Álcool comercial (6 litros) - Karnovsky (mín. 200ml) - Paraformoldeído (mín. 200ml) - Cloreto de magnésio (reagente + solução a 7,5%) (min 200ml) - Álcool P.A. (3 litros) - formoldeído P.A. (2 litros)
  • Periodicidade aproximada da geração dos resíduo: Apenas durante as coletas (Dez 2014; Jan 2015; Fev 2015; Jun e Jul 2015)
  • Instituição(ções) de origem do projeto:

    • USP. Instituto de Biociências   
     
  • Participante(s) do projeto:

    • Nome: Lígia Haselmann Apostólico  
    • Função no projeto: Mestrando 
    • Início das atividades no projeto: 08/12/2014  
    • Fim das atividades no projeto: 31/10/2016  
     
  • Recurso(s) destinado(s) ao projeto:

    • Situação: Concedido 
    • Agência de fomento: Capes 
    • Tipo de recurso: Auxílio á pesquisa 
    • Especificar o tipo de recurso: Programa PROEX 
    • Recursos em nome de: Luiza de Oliveira Saad 
    • Situação: Concedido 
    • Agência de fomento: Capes 
    • Tipo de recurso: Bolsa 
    • Especificar o tipo de recurso: Bolsa de Mestrado 
    • Recursos em nome de: Luiza de Oliveira Saad 
    • Situação: Solicitado 
    • Agência de fomento: Fapesp 
    • Tipo de recurso: Bolsa 
    • Especificar o tipo de recurso: Bolsa de Mestrado 
    • Recursos em nome de: Luiza de Oliveira Saad 
     

    Produção(ões) bibliográfica(s) gerada(s) pelo projeto:

    Total de produções bibliográficas: 0


  • Data de cadastro do projeto: 18/11/2014  
  • Data da última modificação: 02/03/2015  
Joomla 1.6 Templates designed by Joomla Hosting Reviews