Projetos de pesquisa finalizados

Acesso a área restrita.

Entre para cadastrar ou atualizar seus projetos de pesquisa ou submeter novas solicitações de apoio a projetos.
Obter nova senha - Receber nome de usuário por e-mail - Criar uma conta

Projeto de pesquisa


  • Investigação da química defensiva dos metabólitos secundários de Zoobotryon verticillatum através de uma extensão geográfica

     
  • Coordenador do projeto: Renato Crespo Pereira  
  • Autor ou executor principal do projeto: Larissa Akiko Hashimoto dos Santos  
  • Número do projeto: 859  
  • Categoria: Mestrado 
  • Data de início das atividades no CEBIMar: 02/01/2014  
  • Data de término das atividades no CEBIMar: 17/01/2014  
  • Resumo: Diversos invertebrados marinhos têm sido relatados por produzirem metabólitos secundários que atuam como defesas químicas. A pressão de predação é considerada a força seletiva que contribuiu para a produção desta estratégia de defesa. No entanto, não existe um estudo que tenha demonstrado, por experimentos, que isto é verdadeiro, ou que as defesas químicas foram selecionadas por qualquer outra razão. As espécies marinhas introduzidas e produtoras de defesas químicas são consideradas “oportunidades” valiosas para avaliar a evolução de defesas químicas, uma vez que, ao chegarem a um novo ambiente, passam por um rápido processo evolutivo (Pereira, 2004). O Bryozoa Zoobotryon verticillatum é considerado uma espécie invasora incrustante e amplamente distribuída em águas temperadas quentes e tropicais, ocorrendo inclusive ao longo da costa brasileira (Vieira et al., 2008). Esta espécie é conhecida por produzir metabólitos secundários (Sato & Fenical, 1983; Ortega et al,. 1993; Kon-ya et al., 1994; Pereira & Berlinck, 2012) com propriedades biológicas, fato que pode contribuir para amplificar seu potencial invasor. O presente estudo avalia o perfil químico e o potencial defensivo de metabólitos secundários de Zoobotryon verticilltaum frente a predadores, visando inferir aspectos da variabilidade da química de defesa deste briozoário através de uma extensão geográfica.
     
     
     
  • Metodologia: Após a coleta dos espécimes, será realizada extração de metabólitos secundários de Z. verticillatum para, então, conduzir os ensaios de predação. Os alimentos serão preparados utilizando-se 0.5 grama de carragenana em pó, 0.5 grama de ração em pó para peixe e 10 ml de água do mar. A carragenana será dissolvida na água sobre a placa aquecedora e misturada à comida. A partir dessa mistura, dois tipos de alimentos artificiais (iscas) serão preparados: um sem a incorporação do extrato (alimento-controle) e outro com a incorporação dos extratos (alimento-tratamento). Nos alimentos-tratamento, o extrato bruto na concentração natural será dissolvido em pequena quantidade de solvente. As iscas controle serão confeccionadas da mesma forma, porém, sem a adição do extrato. O produto final do alimento será vertido em moldes de acrílico com capacidade de 10 mL. Nestes, serão posicionadas cinco cordas de barbante de algodão esticadas em paralelo, de uma borda à outra do molde, para formar as iscas. Após enrijecidas, as iscas serão cortadas e amarradas aos pares (um controle e um tratamento em cada corda) a uma corda chumbada e posicionadas no costão rochoso para serem oferecidas aos peixes, sendo 10 réplicas 
  • Etapas e cronograma: 02/12/2013 - 11/12/2013: Triagem e extração dos metabólitos secundários das populações de Zoobotryon verticillatum de Santa Catarina, Bahia e São Paulo. Estas amostras foram coletadas e acondicionadas no freezer do Cebimar pelo mestrando Bruno Sayão. 
    12/12/2013 - 20/12/2013: Confecção dos alimentos artificiais e montagem das unidades experimentais para os ensaios de predação no costão próximo ao Cebimar. Os ensaios serão realizados com extratos brutos das amostras mencionadas anteriormente, além de outras populações obtidas na costa brasileira e na Florida.
     
  • Palavras-chave: Espécie invasora - defesa química - extensão geográfica 
  • Condições ambientais: Nenhuma condição especial ;   
  • Área necessária no laboratório: Sala das preparações (utilização de capela, geladeira e uma bancada para preparar os extratos e os ensaios de campo). 
  • Equipamentos de laboratório: Geladeira, placa aquecedora e capela. 
  • Outros serviços de laboratório: N/A 
  • Organismos a serem coletados: N/A 
  • Locais para coleta: N/A 
  • Tipos de resíduos químicos e/ou infectantes a serem gerados durante o projeto:  
  • Quantidade de cada tipo de resíduo:
  • Periodicidade aproximada da geração dos resíduo:
  • Instituição(ções) de origem do projeto:

    • Outra instituição  Universidade Federal Fluminense 
     
  • Participante(s) do projeto:

    • Nome: Etiene Elaine Gomes Clavico  
    • Função no projeto: Co-orientador 
    • Início das atividades no projeto: 02/01/2014  
    • Fim das atividades no projeto: 17/01/2014  
    • Nome: Larissa Marques Pires  
    • Função no projeto:  
    • Início das atividades no projeto: 02/01/2014  
    • Fim das atividades no projeto: 17/01/2014  
     
  • Recurso(s) destinado(s) ao projeto:

    Nenhum recurso incluído.  

    Produção(ões) bibliográfica(s) gerada(s) pelo projeto:

    Total de produções bibliográficas: 0


  • Data de cadastro do projeto: 20/11/2013  
  • Data da última modificação: 22/04/2014  
Joomla 1.6 Templates designed by Joomla Hosting Reviews