Projetos de pesquisa finalizados

Acesso a área restrita.

Entre para cadastrar ou atualizar seus projetos de pesquisa ou submeter novas solicitações de apoio a projetos.
Obter nova senha - Receber nome de usuário por e-mail - Criar uma conta

Projeto de pesquisa


  • Composição, movimentação e troca de conchas em agrupamentos de caranguejos ermitões (Anomura, Crustacea) na Baría do Aracá, São Sebastião (SP)

     
  • Coordenador do projeto: Fosca Pedini Pereira Leite  
  • Autor ou executor principal do projeto: Pedro Peres  
  • Número do projeto: 821  
  • Categoria: Iniciação científica 
  • Data de início das atividades no CEBIMar: 08/02/2013  
  • Data de término das atividades no CEBIMar: 11/11/2013  
  • Resumo: Caranguejos ermitões possuem o abdome assimétrico e não esclerotizado que o abrigam em conchas de gastrópodes. As conchas protegem os ermitões da predação e dessecação, mas influenciam aspectos de sua biologia, como fecundidade e crescimento. Esta influência faz com que eles procurem e troquem de concha periodicamente quando encontram uma de melhor qualidade em relação a sua (sem epibiontes, não danificadas, etc). Uma das formas de se obter novas conchas e trocá-las é com a formação de agrupamentos. Agrupamentos são considerados locais de proteção contra dessecação e predadores, local de encontro entre machos e fêmeas, e também “mercados de trocas de conchas”. Este projeto pretende estudar a formação e constituição de agrupamentos e o comportamento dos caranguejos ermitões nessa situação na Baía do Araçá, litoral norte do estado de São Paulo. O projeto será desenvolvido em quatro etapas, sendo a primeira com a identificação das espécies de ermitões e conchas utilizadas em agrupamentos. Em seguida serão realizados experimentos para compreender a movimentação de agrupamentos, primeiro com a marcação e recaptura de animais no campo, e depois a formação de agrupamentos em laboratório com a maré controlada. Por último, em laboratório, serão analisadas em um agrupamento artificial, quais as características do ermitão que obtêm sucesso na troca de concha quando uma nova é adicionada ao sistema.
     
  • Metodologia: O projeto está dividido em quatro etapas. A primeira consiste em identificar quais são as espécies de ermitões que se agrupam, as espécies de conchas que utilizam, a qualidade  das conchas (sem danos, com danos, com incrustações..) e a relação com o ermitão (adequadas ou não). Para isso, serão coletados os ermitões em situação de agrupamento em uma área pré-determinada, levados ao laboratório onde serão medidas assim como o animal. Para isso o ermitão será retirado da concha, por do aquecimento do ápice da concha. Após o qual será devolvido no local de coleta. As outras etapas tem o objetivo de compreender o comportamento dos caranguejos ermitões agrupados. Em campo, ermitões agrupados e isolados serão marcados com colorações diferentes para que posteriormente possa-se identificar um padrão de formação de agrupamentos (manter-se agrupado ou não).Esse experimento será realizado por 4 diasseguidos e em diferentes épocas do ano. Serão coletados ermitões para, em laboratório, simular um agrupamento e submetê-los em regimes de maré baixa e alta para observações de como a maré influencia esse comportamento. Por último, será feito experimentos para simular a troca de co
     
  • Etapas e cronograma: As etapas do projeto estão divididas em: composição dos agrupamentos, marcação e recaptura, formação de agrupamentos em laboratório e experimento de troca de conchas em agrupamento. 
    As primeiras duas etapas são realizadas juntas, e irão acontecer durante uma maré baixa dos meses de março, maio e julho. As outras duas etapas serão realizadas nos meses de agosto, setembro e outubro, também em época de maré baixa para possibilitar a coleta dos animais para a realização dos experimentos.
    Todas as etapas utilizarão a estrutura do cebimar (alojamento, refeitório quando possível, laboratórios)
     
     
     
     
  • Palavras-chave: Caranguejos ermitões, agrupamentos, troca de conchas, marcação e recaptura 
  • Condições ambientais: Maré baixa ;   
  • Área necessária no laboratório: Sala com água do mar corrente para análise da fauna. Sala com água do mar corrente para realização dos experimentos.  
  • Equipamentos de laboratório: Balança analitica, refratômetro, estufa, freezer e estereomicroscópio 
  • Outros serviços de laboratório:
  • Organismos a serem coletados: Caranguejos ermitões. Espécies encontradas de acordo com a literatura: Clibanarius vittatus, Clibanarius sclopetarius, Clibanarius antillensis e Pagurus criniticornis  
  • Locais para coleta: Baía do Araçá 
  • Tipos de resíduos químicos e/ou infectantes a serem gerados durante o projeto:  
  • Quantidade de cada tipo de resíduo:
  • Periodicidade aproximada da geração dos resíduo:
  • Instituição(ções) de origem do projeto:

    • Unicamp. Instituto de Biologia   
     
  • Participante(s) do projeto:

    Nenhum participante incluído.
     
  • Recurso(s) destinado(s) ao projeto:

    Nenhum recurso incluído.  

    Produção(ões) bibliográfica(s) gerada(s) pelo projeto:

    Total de produções bibliográficas: 0


  • Data de cadastro do projeto: 08/02/2013  
  • Data da última modificação: 19/04/2013  

          

            Notícias

    

                  

Rodovia Manoel Hypólito do Rego, km. 131,5 - Pitangueiras - São Sebastião - SP - Brasil - CEP 11612-109 e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.             
Joomla 1.6 Templates designed by Joomla Hosting Reviews