Projetos de pesquisa em andamento

Acesso a área restrita.

Entre para cadastrar ou atualizar seus projetos de pesquisa ou submeter novas solicitações de apoio a projetos.
Obter nova senha - Receber nome de usuário por e-mail - Criar uma conta

Projeto de pesquisa


  • Processo de aprendizagem associativa e não associativa em Echinodermata

     
  • Coordenador do projeto: Márcio Reis Custódio  
  • Autor ou executor principal do projeto: Priscílla Aparecida Dantas Araújo  
  • Número do projeto: 998  
  • Categoria: Mestrado 
  • Outra categoria: nenhum 
  • Data de início das atividades no CEBIMar: 01/08/2018  
  • Data de término das atividades no CEBIMar: 20/06/2021  
  • Resumo: A aprendizagem é caracterizada como um processo que se manifesta por alterações adaptativas no comportamento. O processo de aprendizagem pode ser dividido em dois mecanismos principais, que são aprendizagem não associativa e associativa. O primeiro tipo de aprendizagem é considerado a forma menos complexa de aprendizagem no qual há um estímulo e uma resposta, por outro lado, na aprendizagem associativa, um indivíduo aprende sobre a relação entre dois estímulos ou eventos. Muito do conhecimento acerca do processo de aprendizagem, advém de estudos com invertebrados, porém para os equinodermos o conhecimento se restringe a poucos trabalhos experimentais de cunho comportamental. Assim o presente projeto tem como objetivo caracterizar alguns aspectos do processo de aprendizagem em Echinodermata. Para isso será caracterizado o processo de aprendizagem não associativa e associativa. Para este último, serão realizados experimentos, visando observar se os organismos são capazes de aprender a associar diferentes estímulos (luminosos e químicos) com a disponibilidade de alimento. Além disso, pretende-se observar o se o neurotransmissor serotonina estaria envolvido no processo de aprendizagem dos equinodermos. Para a análise dos resultados serão expressados como média, desvio padrão, análise de variância (one-way-ANOVA) seguido de Turkey quando necessário.
     
  • Metodologia:  
    - Determinação dos ritmos circadianos de atividade
    Nesta etapa, os organismos (n=10 por espécie) serão acondicionados em uma sala com temperatura e fotoperíodo controlados (24°C; 12:12). Após um período de uma semana de aclimatação, os espécimes serão colocados individualmente em um aquário (20L) com as mesmas condições do anterior e seu comportamento será monitorado por 72h. Posteriormente, os dados serão analisados, visando estabelecer o fotoperíodo de maior atividade dos animais. 
    - Caracterização do aprendizado não associativo
    Os equinodermos (n=15 para cada espécie) serão colocados individualmente em cubas de vidro com água do mar, aeração e sedimento visando simular ao máximo o ambiente natural. Os organismos serão transferidos 15 minutos antes dos experimentos, a fim de se ambientarem ao novo local. Após este tempo inicial, começará a caracterização do processo de habituação, onde estímulos mecânicos (toque) a intervalos regulares serão realizados com um bastão de vidro, até o que o animal deixe de responder. Neste momento será anotado quanto tempo e quantos toques foram necessários para o modelo se habituar ao estímulo. Após isso, será observado quanto tempo é necessário para que o mesmo indivíduo volte a responder a este mesmo estímulo (Desabituação).
    Os experimentos de sensibilização consistirão na aplicação de estímulos mecânicos, para determinação de sua resposta padrão, logo em seguida estímulos elétricos (choques) serão aplicados a intervalos constantes (& 
  • Etapas e cronograma: As etapas do projeto serão:
    No primeiro ano: Coleta e montagem dos aquários, caracterização do aprendizado não associativo,  ritmo circadiano de atividade.
    No segundo ano: Caracterização do aprendizado Associativo (condicionamento clássico), aprendizado não associativo com serotonina.
    Procedimentos pretendidos no cebimar: coleta de animais, definição dos ritmos circadianos de atividades e a caracterização de aprendizado associativo.
     
  • Palavras-chave: aprendizagem, serotonina, comportamento, condicionamento 
  • Condições ambientais: Água clara ;  Maré baixa ;   
  • Área necessária no laboratório: Sala de balança, sala dos aquários, sala de amostras,  
  • Equipamentos de laboratório: balanças, microscópio de luz, lupa, camara climárica/incubadora.  
  • Será necessário: Auxílio técnico para coleta de organismos ou observações de campo ;   

  • Outros serviços de laboratório: Nenhum 
  • Organismos a serem coletados: Echinaster brasiliensis (estrela do mar), Chiridota rotifera, Holothuria grisea (holoturias), Ophioderma cinerea e Ophionereis reticulata (ofiúros).  
  • Locais para coleta: Canal de São Sebastião 
  • Tipos de resíduos químicos e/ou infectantes a serem gerados durante o projeto: Nenhum 
  • Quantidade de cada tipo de resíduo: Nenhum
  • Periodicidade aproximada da geração dos resíduo: Nenhum
  • Instituição(ções) de origem do projeto:

    • USP. Instituto de Biociências  Departamento de Fisiologia 
     
  • Participante(s) do projeto:

     
  • Recurso(s) destinado(s) ao projeto:

    • Situação: Concedido 
    • Agência de fomento: Capes 
    • Tipo de recurso: Bolsa 
    • Especificar o tipo de recurso: Bolsa Mestrado 
    • Recursos em nome de: Priscílla Aparecida Dantas Araújo 
     

    Produção(ões) bibliográfica(s) gerada(s) pelo projeto:

    Total de produções bibliográficas: 0


  • Data de cadastro do projeto: 20/07/2018  
  • Data da última modificação: 24/10/2018  

          

            Notícias

    

                  

Rodovia Manoel Hypólito do Rego, km. 131,5 - Pitangueiras - São Sebastião - SP - Brasil - CEP 11612-109 e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.             
Joomla 1.6 Templates designed by Joomla Hosting Reviews