Projetos de pesquisa em andamento

Acesso a área restrita.

Entre para cadastrar ou atualizar seus projetos de pesquisa ou submeter novas solicitações de apoio a projetos.
Obter nova senha - Receber nome de usuário por e-mail - Criar uma conta

Projeto de pesquisa


  • Protocolos de indução à desova da Garoupa-Verdadeira, Epinephelus marginatus (Lowe 1834) em cativeiro – uma abordagem do eixo hipófise-gônadas.

     
  • Coordenador do projeto: Renata Guimarães Moreira-Whitton  
  • Autor ou executor principal do projeto: Renata Guimarães Moreira-Whitton  
  • Número do projeto: 970  
  • Categoria: Projeto temático 
  • Data de início das atividades no CEBIMar: 01/09/2017  
  • Data de término das atividades no CEBIMar: 31/03/2019  
  • Resumo: A espécie Epinephelus marginatus é um teleósteo marinho com estratégia reprodutiva complexa (hermafrodita protogínica e maturidade sexual tardia) e seu alto valor de mercado, está ameaçada de extinção segundo a lista vermelha da IUCN devido a sua sobrepesca. Com a dificuldade de reproduzir essa espécie em cativeiro, a utilização de protocolos para a indução da vitelogênese e desova são importantes para se entender a fisiologia reprodutiva das fêmeas da garoupa e também obter uma produção ótima. Entretanto há poucos protocolos sendo utilizados na reprodução da garoupa, assim como trabalhos que descrevem as alterações fisiológicas durante a reprodução induzida. O uso da gonadotropina coriônica humana (hCG) já foi reportado por como um importante hormônio na indução à reprodução de peixes, entretanto, por ser um hormônio de outro grupo filogenético, pode torna-se irresponsivo com o passar do tempo devido a produção de anticorpos. Já o GnRH age em um nível mais alto do eixo hipotálamo-hipófise-gônadas estimulando a liberação de hormônios endógenos, e assim pode ser usado por mais tempo. A análise dos hormônios do eixo hipófise-gônadas é importante para explicar o sucesso ou insucesso dos protocolos de indução hormonal. O presente projeto vai avaliar as alterações no perfil dos hormônios hipofisários e gonadais relacionados ao processo reprodutivo na garoupa-verdadeira, em resposta a diferentes protocolos para a indução à desova.
     
     
  • Metodologia: Serão utilizadas 25 fêmeas adultas de Epinephelus marginatus que serão mantidas em tanques circulares no CEBIMar/USP em São Sebastião-SP. Os animais serão marcados e divididos em 5 grupos experimentais (5 peixes por grupo, cada peixe será considerado uma réplica), que corresponderão a diferentes protocolos de indução hormonal constituídos por: 1) Grupo Controle – solução fisiológica; 2) Hormônio Liberador de Gonadotropinas (GnRH) – 20µg/kg; 3) Gonadotropina Coriônica Humana (hCG) – 2000 UI/kg; 4) hCG + GnRH – 1000 UI/kg + 20 µg/kg; 5) Extrato hipofisário de carpa – 5mg/kg. Experimentos piloto serão conduzidos no período reprodutivo 2017-2018, inicialmente para testar as doses sugeridas, e estas podem ser alteradas ao longo do experimento. Fêmeas vitelogênicas serão acondicionadas nos tanques, e em seguida, no período reprodutivo já definido pelo nosso grupo de trabalho (outubro a fevereiro) serão conduzidos os protocolos de reprodução induzida. No momento imediatamente anterior à indução (hora zero), no momento da ovulação, 12 h e 24 horas depois da ovulação, os peixes serão anestesiados e coletada uma amostra de sangue por punção da vasculatura caudal, com agulhas e seringas heparinizadas e descartáveis. O sangue será centrifugado e o plasma congelado em freezer -80oC para posterior análise hormonal da concentração das gonadotropinas hipofisárias e esteroides gonadais. 
     
  • Etapas e cronograma: Setembro a Outubro/2017 - reforma das estruturas
    Outubro/2017 a Março/2018 - coleta de peixes no ambiente natural e alojamento dos animais nos tanques. Neste mesmo período serão desenvolvidos os protocolos de reprodução induzida proposto acima.
    Setembro/2018 a Março/2019 - coleta de peixes no ambiente natural e alojamento nos tanques. Neste mesmo período serão desenvolvidos os protocolos de reprodução induzida proposto acima.
     
  • Palavras-chave: garoupa, reprodução, desova 
  • Condições ambientais: Nenhuma condição especial ;   
  • Área necessária no laboratório: Utilizaremos a área das estufas, já existente no CEBIMar, onde já foram desenvolvidos projetos com a garoupa. O projeto de doutorado do aluno será conduzido independentemente da aprovação do JP do Dr. 
  • Equipamentos de laboratório: Nada além daquilo que já estávamos utilizando no projeto das garoupas. 
  • Será necessário: Utilização de embarcação do CEBIMar ;   

  • Outros serviços de laboratório: Caso seja possível utilizar veículos e embarcações do CEBIMar para buscar garoupas em outras regiões do litoral norte, este pedido poderá ser realizado, mas de forma esporádica, pois contamos com a di 
  • Organismos a serem coletados: Os animais serão coletados por pesquisadores especializados 
  • Locais para coleta: Litoral Norte 
  • Tipos de resíduos químicos e/ou infectantes a serem gerados durante o projeto: Não haverá resíduos 
  • Quantidade de cada tipo de resíduo: Não se aplica
  • Periodicidade aproximada da geração dos resíduo: Não se aplica
  • Instituição(ções) de origem do projeto:

    • USP. Instituto de Biociências   
    • Unesp. Outro órgão  CAUNESP 
     
  • Participante(s) do projeto:

    • Nome: Bruno Cavalheiro Araújo  
    • Função no projeto: Pós-doutorando 
    • Início das atividades no projeto: 01/09/2017  
    • Fim das atividades no projeto: 31/03/2019  
    • Observações: Colaborador no projeto
       
    • Nome: Renato Massaaki Honji  
    • Função no projeto: Pós-doutorando 
    • Início das atividades no projeto: 01/09/2017  
    • Fim das atividades no projeto: 31/03/2019  
    • Observações: Colaborador no projeto
       
    • Nome: Victor Spandri  
    • Função no projeto: Doutorando 
    • Início das atividades no projeto: 01/09/2017  
    • Fim das atividades no projeto: 31/03/2019  
    • Observações: Aluno de DR que conduzirá o projeto
       
     
  • Recurso(s) destinado(s) ao projeto:

    • Situação: Concedido 
    • Agência de fomento: Fapesp 
    • Tipo de recurso: Auxílio á pesquisa 
    • Especificar o tipo de recurso: PROJETO TEMÁTICO 2014/16320-7 
    • Recursos em nome de: Renata Guimarães Moreira-Whitton 
    • Situação: Concedido 
    • Agência de fomento: Capes 
    • Tipo de recurso: Bolsa 
    • Especificar o tipo de recurso: Bolsa de doutorado 
    • Recursos em nome de: Victor Spandri 
     

    Produção(ões) bibliográfica(s) gerada(s) pelo projeto:

    Total de produções bibliográficas: 0


  • Data de cadastro do projeto: 02/08/2017  
  • Data da última modificação: 19/10/2017  
Joomla 1.6 Templates designed by Joomla Hosting Reviews