Projetos de pesquisa em andamento

Acesso a área restrita.

Entre para cadastrar ou atualizar seus projetos de pesquisa ou submeter novas solicitações de apoio a projetos.
Obter nova senha - Receber nome de usuário por e-mail - Criar uma conta

Projeto de pesquisa


  • Investigação in vitro do Potencial Anti-Leishmania de Metabólitos Marinhos 

     
  • Coordenador do projeto: André Gustavo Tempone Cardoso  
  • Autor ou executor principal do projeto: André Gustavo Tempone Cardoso  
  • Número do projeto: 1012  
  • Categoria: Projeto autônomo 
  • Data de início das atividades no CEBIMar: 28/02/2019  
  • Data de término das atividades no CEBIMar: 28/02/2022  
  • Resumo: Doenças parasitárias causadas por protozoários afetam grandes populações marginais ao processo econômico globalizado, e desta forma, não são vistas como mercados potenciais. A leishmaniose visceral (LV) é uma protozoose negligenciada fatal que afeta mais de 10 milhões de pessoas em todo o mundo. Contando com uma terapia altamente tóxica e bastante limitada, a busca por alternativas terapêuticas é uma necessidade iminente. O presente projeto visa isolar e identificar metabólitos (peptídeos e metabólitos secundários) provenientes de diferentes fontes como invertebrados marinhos, sedimentos de águas rasas, assim como da microbiota associada aos mesmos. Utilizando diferentes técnicas de separação e cromatográficas, aliados aos ensaios biomonitorados, o presente estudo visa isolar e caracterizar novos compostos com atividade anti-Leishmania (L.) infantum. Os compostos mais ativos serão avaliados contra formas extracelulares e amastigotas intracelulares dos parasitas, assim como em células de mamíferos para citotoxicidade. A elucidação estrutural dos compostos isolados será realizada por técnicas espectrométricas (LC/MS-MS) e espectroscópicas (RMN 1H e 13C). O estudo do mecanismo de ação dos compostos mais ativos nos parasitas estudados, será realizado por meio de diferentes técnicas como citometria de fluxo e espectrofluorimetria. Desta forma, o presente estudo visa contribuir com novos compostos naturais da biodiversidade marinha para que possam servir de protótipos farmacêuticos para doenças parasitárias negligenciadas.
     
  • Metodologia: Coleta e extração de materiais: Exemplares dos invertebrados marinhos, com ênfase em Tubastrea spp., Aiptasia pallida, Leptogorgia punicea, Carijoa riisei, Macrorhynchia phillipina, Zoanthus sociatus e Palythoa caribaeorum, serão coletados preferencialmente nas proximidades do CEBIMar em São Sebastião por meio de mergulho livre ou autônomo e preservados em metanol, a -20°C, até o início dos procedimentos de extração. Os invertebrados serão triturados em metanol e em seguida será feita a filtração do material e evaporação do filtrado em evaporador rotativo.
    Isolamentos e Caracterizações: Compostos ativos serão isolados através de diferentes técnicas cromatográficas como CCD ou CLAE – Cromatografia Líquida de Alta Eficiência.CLAE (Cromatografia Líquida de Alta Eficiência).
    Análise da Microbiota de Invertebrados Marinhos e Sedimentos Marinhos:  Os microorganismos serão coletados dos invertebrados marinhos e sedimentos marinhos, cultivados utilizando diferentes meios de cultura e identificados inicialmente no Instituto Adolfo Lutz.
    Parasitas e Células: Promastigotas de Leishmania (L.) infantum serão cultivados em meio M-199 suplementado com 10% de soro fetal bovino, à 24°C. Tripomastigotas de Trypanosoma cruzi serão cultivados em células LLC-MK2 com meio RPMI-1640, suplementado com 2% de SFB a temperatura de 37°C em estufa com 5% CO2.
    Estudos de Eficácia in vitro – Amastigotas Intracelulares: Os compostos serão incubados com os parasitas por 48 hs e corados com Giemsa. A CE50 será determinada por microscópio óptico.
    Citotoxicidade: Os compostos serão incubados com células NCTC clone 929 em placas de 96 poços por 48-96 horas. A viabilidade será determinada com MTT.
     
  • Etapas e cronograma: 2019
    1º Semestre: Coletar e identificar invertebrados marinhos e sedimentos marinhos. Cultivo e identificação da microbiota.
    2º Semestre: Coletar e identificar invertebrados marinhos. Cultivo e identificação da microbiota. Isolamento de metabólitos secundários. Avaliar a potência e seletividade in vitro dos compostos nos parasitas.
    2020
    1º Semestre: Coletar e identificar invertebrados marinhos e sedimentos marinhos. Cultivo e identificação da microbiota. Isolamento de metabólitos secundários e peptídeos. Avaliar a potência e seletividade in vitro dos compostos nos parasitas.
    2º Semestre: Coletar e identificar invertebrados marinhos e sedimentos marinhos. Cultivo e identificação da microbiota. Isolamento de metabólitos secundários e peptídeos. Avaliar a potência e seletividade in vitro dos compostos nos parasitas. Avaliar os possíveis mecanismos de ação de compostos puros.
    2021
    1º Semestre: Coletar e identificar invertebrados marinhos e sedimentos marinhos. Cultivo e identificação da microbiota. Isolamento de metabólitos secundários e peptídeos. Avaliar a potência e seletividade in vitro dos compostos nos parasitas. Avaliar os possíveis mecanismos de ação de compostos puros.
     
  • Palavras-chave: leishmania, terapia, metabólitos, organismos marinhos, microorganismos 
  • Área necessária no laboratório: Bancada para separação de material e preparo de extratos. 
  • Equipamentos de laboratório: Não serão necessários a utilização de equipamentos. 
  • Será necessário: Auxílio técnico para coleta de organismos ou observações de campo ;  Utilização de embarcação do CEBIMar ;   

  • Outros serviços de laboratório: Não serão necessários outros serviços. 
  • Organismos a serem coletados: Aiptasia pallida, Carijoa riisei, Macrorhynchia phillipina, Zoanthus sociatus e Palythoa caribaeorum, Tubastraea spp. 
  • Locais para coleta: A coleta será realizada nas proximidades do CEBIMar, São Sebastião.  
  • Tipos de resíduos químicos e/ou infectantes a serem gerados durante o projeto: Não haverá resíduos 
  • Quantidade de cada tipo de resíduo: Não se aplica
  • Periodicidade aproximada da geração dos resíduo: Não se aplica
  • Instituição(ções) de origem do projeto:

    • Outra instituição  Instituto Adolfo Lutz 
    • USP. Centro de Biologia Marinha   
     
  • Participante(s) do projeto:

    • Nome: Alvaro Esteves Migotto  
    • Função no projeto: Outra função 
    • Início das atividades no projeto: 04/03/2019  
    • Fim das atividades no projeto: 01/03/2022  
    • Nome: Maiara Maria Romanelli Silva  
    • Função no projeto: Doutorando 
    • Início das atividades no projeto: 04/03/2019  
    • Fim das atividades no projeto: 01/03/2022  
     
  • Recurso(s) destinado(s) ao projeto:

    • Situação: Concedido 
    • Agência de fomento: Fapesp 
    • Tipo de recurso: Auxílio á pesquisa 
    • Especificar o tipo de recurso: Projeto Regular 
    • Recursos em nome de: André Gustavo Tempone Cardoso 
     

    Produção(ões) bibliográfica(s) gerada(s) pelo projeto:

    Total de produções bibliográficas: 0


  • Data de cadastro do projeto: 15/01/2019  
  • Data da última modificação: 29/04/2019  

          

            Notícias

    

                  

Rodovia Manoel Hypólito do Rego, km. 131,5 - Pitangueiras - São Sebastião - SP - Brasil - CEP 11612-109 e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.             
Joomla 1.6 Templates designed by Joomla Hosting Reviews