Projetos de pesquisa em andamento

Acesso a área restrita.

Entre para cadastrar ou atualizar seus projetos de pesquisa ou submeter novas solicitações de apoio a projetos.
Obter nova senha - Receber nome de usuário por e-mail - Criar uma conta

Projeto de pesquisa


  • Efeitos da conectividade populacional na aptidão individual: um estudo de caso em caranguejos pinoterídeos associados a bolachas do mar

     
  • Coordenador do projeto: Augusto Alberto Valero Flores  
  • Autor ou executor principal do projeto: Juliana de Souza  
  • Número do projeto: 1002  
  • Categoria: Mestrado 
  • Data de início das atividades no CEBIMar: 27/08/2018  
  • Data de término das atividades no CEBIMar: 31/08/2020  
  • Resumo: Caranguejos pinoterídeos constituem relações específicas com bolachas do mar, caracterizadas pela migração constante de indivíduos entre hospedeiros. Caracteriza-se assim um sistema metapopulacional no qual o conjunto de caranguejos em uma determinada bolacha constitui uma subpopulação. A distribuição espacial das bolachas e as condições ambientais podem limitar a conectividade entre subpopulações, alterando o padrão de agregação e a razão entre sexos resultantes de processos de seleção sexual e competição intraespecífica. O objetivo do presente projeto é entender como a conectividade entre bolachas influencia a aptidão desses caranguejos. Numa primeira fase será estimado no laboratório o valor reprodutivo per capita para cada um dos arranjos subpopulacionais encontrados na natureza (2 a 4 adultos com pelo menos um macho e uma fêmea). Posteriormente, serão examinadas diferentes parcelas ao longo do gradiente ambiental, no qual são encontrados tanto as bolachas como os caranguejos, para obter mapas de distribuição das bolachas habitadas e não habitadas e, assim, estimar a conectividade de cada bolacha. Simultaneamente será registrada a profundidade e estimadas características do substrato (teor de matéria orgânica e granulometria) para identificar as condições ambientais que podem modular a conectividade populacional. Os caranguejos de cada bolacha ocupada serão contabilizados e categorizados em classes populacionais para inferir o valor reprodutivo de cada subpopulação e assim estimar quanto da variação dessa medida de aptidão é explicada pela conectividade. Finalmente, serão manipuladas em laboratório as condiçõe< 
  • Metodologia: 1. Estimativas de rendimento reprodutivo de diferentes agregações de caranguejos – Seis unidades replicadas serão preparadas para medir o rendimento reprodutivo de cada uma das seis combinações de caranguejos adultos, (número de machos: número de fêmeas, de acordo com seis tratamentos) que podem ser encontradas em bolachas do mar (Alves et al. 2017): T1(1:1), T2(1:2), T3(2:1), T4(3:1), T5(2:2), T6(1:3). Cada unidade experimental consistirá de um reservatório provido de fluxo de água independente e constante em sistema aberto, contendo uma bolacha e a combinação de caranguejos de interesse. Na saída de cada reservatório será acoplado um copo coletor onde serão retidas as larvas emitidas. Os caranguejos a usar nesse experimento serão mantidos previamente em compartimentos individuais por 20 a 30 dias após sua coleta, para aclimatação em condições de laboratório e para garantir que as fêmeas liberem todas as larvas provenientes de atividade reprodutiva passada. O experimento durará dois meses e as larvas retidas nos copos coletores serão contadas a cada 2 dias. Caranguejos e bolachas que eventualmente morram durante o experimento serão repostos, usando material mantido em tanques reserva.
    Essas estimativas de produtividade servirão para mensurar o valor reprodutivo das agregações de caranguejos nas atividades seguintes, mas também para testar a hipótese que, de fato, a formação de casais (1:1) corresponde ao arranjo espacial que maximiza a aptidão individual, conforme sugerido por estudos prévios. Réplicas para agregados de 3 e 4 caranguejos terão que ser aleatoriamente agrupadas em pares (2:1 + 1:2), ou trios (3:1 + 2:2 + 1:3), respectivamente, para poder comparar grupos com razã< 
  • Etapas e cronograma: Levantamento bibliográfico (2018-2020); coleta de material (2018-2019); realização de mapas de distribuição de populações de bolachas e caranguejos (2018-2019); realização do experimento de aptidão reprodutiva e conectividade (2019-2020); realização do experimento de movimentação em diferentes tipos de sedimento (2019-2020); análises dos dados obtidos (2019-2020); preparação da dissertação e artigos para publicação (2019-2020).  
     
  • Palavras-chave: metapopulação, reprodução, Brachyura, Echinoidea 
  • Condições ambientais: Nenhuma condição especial ;   
  • Área necessária no laboratório: Salas sob responsabilidade do coordenador do projeto (salas 11 e 12 do Laboratório Erasmo Garcia Mendes), sala de tanques para realização de experimentos e manutenção dos organismos.  
  • Equipamentos de laboratório: Embarcação, material de mergulho livre e SCUBA, materiais para coleta e amostragem em campo, tanques/aquários para manutenção de organismos. 
  • Será necessário: Auxílio técnico para manutenção de estruturas ou material biológico na ausência dos participantes do projeto ;  Auxílio técnico para coleta de organismos ou observações de campo ;  Coleta antecipada de organismos ;  Utilização de embarcação do CEBIMar ;   

  • Outros serviços de laboratório: Não se aplica. 
  • Organismos a serem coletados: Bolachas do mar Encope emarginata e caranguejo acompanhante Dissodactylus crinitichelis. 
  • Locais para coleta: Praia Preta, Portinho, Istmo do Baleeiro e Praia do Centro. 
  • Tipos de resíduos químicos e/ou infectantes a serem gerados durante o projeto:
  • Quantidade de cada tipo de resíduo: .
  • Periodicidade aproximada da geração dos resíduo: .
  • Instituição(ções) de origem do projeto:

    • USP. Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto   
    • USP. Centro de Biologia Marinha   
     
  • Participante(s) do projeto:

    Nenhum participante incluído.
     
  • Recurso(s) destinado(s) ao projeto:

    • Situação: Concedido 
    • Agência de fomento: Capes 
    • Tipo de recurso: Bolsa 
    • Especificar o tipo de recurso: Bolsa de mestrado 
    • Recursos em nome de: Juliana de Souza 
     

    Produção(ões) bibliográfica(s) gerada(s) pelo projeto:

    Total de produções bibliográficas: 0


  • Data de cadastro do projeto: 21/08/2018  
  • Data da última modificação: 24/10/2018  

          

            Notícias

    

                  

Rodovia Manoel Hypólito do Rego, km. 131,5 - Pitangueiras - São Sebastião - SP - Brasil - CEP 11612-109 e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.             
Joomla 1.6 Templates designed by Joomla Hosting Reviews